segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Para você, Kaleb!

0 comentários
Filho, você me fez entender tanta coisa. Me fez enxergar as coisas e as pessoas de outra forma, com outra visão, agora eu tento ver o outro lado de tudo... sei lá, é difícil de explicar.

A impressão que eu tenho é que só me tornei mulher de verdade com a sua chegada.

Aprendi o que uma mãe faz e é capaz de fazer para ver o filho bem, saudável e feliz. Aprendi a agradecer sempre... Ah! Aprendi tanta coisa... E agradeço sempre à Deus por permitir que eu seja realizada como mãe!

Sobre meu amor por você? Esse nada que eu escrever irá mensurar. Amor perfeito, incondicional, transformador.

Esse blog é seu! Esse registro é para você, meu amado Kaleb!

Obrigada por me fazer tão feliz, por me transformar, me mostrar esse amor tão forte e ensinar muito mais a mim do que eu a você.

Te amo até o céu!

Mamãe



























quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Ultimo post... será??

1 comentários
Tanta coisa aconteceu desde março, na minha última postagem...

Nos mudamos para Campinas, em busca de um recomeço e para ficar perto do papai. A mudança foi bem complicada, pois a mamãe estava de barrigão já, faltando pouco para a chegada da irmãzinha, isso foi em maio/2016. Siiiiim, no mês do aniversário dele e no mês que decidi fazer o chá de bebê. Imaginem a loucura!




 E o Chá da Helô






Nessa correria de mudança, tiramos o Kaleb da escola, infelizmente, e estávamos aguardando a vaga na escola de Campinas. A vaga demorou um tempão pois havia greve dos funcionários públicos por lá. 

Enfim, quando saiu a vaga já era ultima semana antes das férias de julho. Ele foi para a escola 3 dias apenas.

Durante as férias estivemos em SP, na casa da vovó, nos últimos preparativos para a chegada da nossa Heloísa. E, na semana em que nossa Helô chegaria, nosso pequeno Kaleb quebrou o braço, em uma "discussão" com um "amiguinho" no play do condomínio (onde morávamos e quem mora agora é a vovó). O tal amigo simplesmente o jogou de cima da casinha de brinquedo. Imaginem só o susto!



Quando tirou, 30 dias depois, estava assim.
Que dó!



Enfim, no dia 28/07/2016 chegou nossa princesinha e, como esperado, nosso príncipe ficou (e ainda está) com bastante ciúmes. Mas ele também é muito amoroso e se mostra muito protetor também. O que 'tá pegando' é esse negócio de ter q dividir as atenções (rsrs).

ultimo dia da gestação







Decidimos não voltar para Campinas. Nosso lugar é aqui, em São Paulo! O papai conseguiu um trabalho novo, graças a Deus. E lá fomos nós alugarmos casa para, dois meses depois, realizarmos uma nova mudança. 

Mudar é ruim, é péssimo. Toda aquela bagunça que parece nunca acabar, encaixotar, desencaixotar... é aterrorizante! Mas mudar grávida e logo em seguida mudar de novo com uma bebê recém-nascida, acreditem, é muuuuito pior.

Deu tudo certo, mas a mamãe aqui ainda está se recuperando de tanta estafa!

Esse foi o motivo da falta de post durante esses meses... To perdoada? rs

Mas também, desde o início do blog eu tinha por meta registrar os 5 primeiros anos do Kaleb, a sua primeira infância. O objetivo era deixar registrado, como um livro, dedicado à ele. E hoje, passando o olho nos posts, com o coração cheio de alegria, vi que consegui!




Como num piscar de olhos os 5 anos chegou, e cá estamos nós com a família maior. Agora é a vez de nossa pequena também receber essa homenagem.

Farei um novo blog onde, claro, estarei falando do Kaleb também. Afinal, somos todos um!

Bom, é para ser o último post por aqui... mas... sei não se não volto.



quinta-feira, 17 de março de 2016

Por aqui

2 comentários
Por aqui...

Estamos vivendo um momento de crise política. Muitas manifestações pelo país pedindo o impeachment da presidente Dilma. A verdade é que o brasileiro está cansado e insatisfeito com tanta corrupção de todos os lados e partidos.

Eu queria muito ter ido em uma manifestação que aconteceu no último domingo, dia 13,03,2016, na Avenida Paulista. Mas fiquei receosa por estar grávida e com o Kaleb com 4 anos, foram mais de 1 milhão e meio de pessoas, só aqui em SP. Mas achei melhor protestar de casa, através das redes sociais.

O Kaleb continua exigindo bastante atenção, mas fala da irmã com muito carinho. Diz que vai cuidar e ensinar, se sente o protetor dela. Uma vez só ele querendo me deixar brava disse que não queria saber dela e mostrou língua para minha barriga, mas logo estava pedindo desculpas a mim e a irmã (rs).

Na escola está se adaptando aos poucos às atividades, apesar de eu ainda achar puxadas para ele.

A hora da lição de casa é "uma novela". Ele sempre leva muitas broncas e sempre quer desistir no meio da atividade, dizendo que não sabe ou não consegue, fica bravo, ou leva na brincadeira, rindo sem parar para desviar a atenção. Nessa hora necessito de muita paciência mas, na maioria das vezes, eu acabo perdendo a pouca que tenho.




Na semana passada ele me pediu que não dissesse a mais ninguém que eu estava grávida. Pediu que se alguém perguntasse eu dissesse que estou com a barriga grande só. Achei engraçado mas fiquei atenta a mais essa manifestação de ciuminho.

Ando com bastante dores na coluna e estou na 20 semana de gestação ainda (5 meses). Fui a uma consulta com um ortopedista, mas... durante a gestação, não poderei tratar o problema (desvio de coluna) e o aumento de peso e mudanças no corpo infelizmente pioram a dor.

Papai continua trabalhando em Campinas, vindo para SP apenas aos finais de semana.

Vovó Sandra tem nos ajudado muito na rotina diária, durante a semana.

Continuo trabalhando em casa e contando os dias para iniciar a licença.

Acho que é isso... um resumão!

Kaleb e mamãe - 19 semanas





sábado, 27 de fevereiro de 2016

É menina! Irmãzinha pro Kaleb

2 comentários
No dia 25.02, quinta feira agora, fomos fazer uma ultrassonografia e sabíamos que era o dia de descobrir se seria o Samuel ou a Heloísa que está a caminho.

Então, decidi levar o Kaleb comigo. O papai não pode ir dessa vez pois está em Campinas, trabalhando com o tio Neto e o avô Paulo. Fomos eu, o Kaleb e a vovó Sandra.

E aconteceu que, ele simplesmente me deixou maluquinha. Pedia tudo o que via, falava alto, brincava de bater... tudo isso dentro de um laboratório. Fiquei no maior estresse. Ele queria, a qualquer custo, chamar a nossa atenção. Me tirou do sério, de verdade. E para ajudar, os horários dos exames estavam atrasados e eu havia chegado uma hora antes.

Percebi que ele estava entediado, e dei um papel e uma caneta que estavam em minha bolsa. Ele rabiscou bastante e logo ficou entediado de novo. Dei meu celular e meu fone de ouvido e ele ficou vendo os vídeos até que dormiu. E, claro, fiquei com remorso de não ter percebido antes o que ele precisava.



Logo que ele dormiu eu fui chamada, mas de qualquer jeito ele não poderia entrar. Ficou com minha mãe e eu entrei sozinha.

O médico nos deu a notícia: É uma menininha! Fiquei muito feliz e só imaginando a felicidade do papai quando recebesse a notícia, pois ele sempre disse que agora queria uma menina, afinal vamos 'fechar a fábrica'.



A noite, em casa, fizemos essa foto para anunciar aos amigos pelo Facebook e Instagram que a Helô vem aí.


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Visita ao Oftalmo

2 comentários
Há uns 10 ou 15 dias o Kaleb começou a nos preocupar. Do nada, piscava sem parar e as vezes coçava e virava o olho. Chegou a dizer ao pai que havia pimenta em seus olhos.

No último final de semana o "caguete" se intensificou, minha sogra e cunhadas e também a minha mãe viram e também se preocuparam. Seria o cabelo no olho? Necessidade de óculos? Irritação? Falta de lubrificação? Até algo pior... pensamos em tudo isso, eu e o pai.

Levamos ao Hospital Cema para uma consulta e o oftalmologista o examinou, mas logo de início deu o diagnóstico: "Ele está querendo chamar a atenção dos pais e familiares". Oi?? Eu jamais imaginaria isso, até cheguei a duvidar do que o médico disse, só não desacreditei mesmo pois presenciei os testes... uma a uma ele foi nomeando as imagens projetadas pelo oftalmo na parede (inclusive umas bem pequenas), com um olho de cada vez. Acertou tudo!

O médico também examinou os olhos e reforçou o diagnóstico: "É mesmo para chamar a atenção, isso é bem comum nessa idade".

Viemos pra casa aliviados e intrigados com tamanha esperteza da criança.

Será o primeiro sinal de ciuminho do irmão(ã)?


Ah, não! Antes disso teve esse episódio da foto. Comprei esse cadeirão de uma amiga e estava guardadinho, num canto do quarto.

Pois o Kaleb tirou o plástico, abriu, subiu na cama para alcançar a altura e essa foi a cena que presenciei quando decidi ver o que estava acontecendo pois ele estava muito quieto no quarto rsrs. Mal conseguia fechar as pernas e logo se explicou: Estava brincando de astronauta!

Meu amor lindo!!!